quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Já a mim...

... falta a paciência, para isto dos blogs, o tempo passa, as das roupas pindéricas continuam a falar de roupas pindéricas, as que vendem vidas felizes e sonhos cor de rosa, continuam a fazer crer que as suas vidas são perfeitas, as escatológicas, bem é melhor nem falar das escatológicas, as feministas continuam as suas lutas inglórias contra esse ser desprezível que as oprime e lhes impede a felicidade, as dos bebés continuam a dar pastilhas de lavar a louça aos seus bebés, os intelectuais continuam a debitar intelectualidades e a usar termos improváveis, os impossíveis continuam cheios de ar. Enfim... tudo na mesma.
(E não é tão bom? Uma pessoa abrir um blog e já saber o que vai ler? Ah! O conforto da previsibilidade...)

45 comentários:

  1. Nem de propósito, Picante. A reboque de uma situação que nada tem a ver com blogs, ainda esta manhã reflectia sobre as alegrias da imprevisibilidade daqueles que se superam todos os dias. Para esses também me falta a paciência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto de alguma imprevisibilidade, torna a coisa menos monótona. Mas falta-me a paciência para inventores...

      Eliminar
  2. Ora a Picante não lê muitos blogs em "trabalho"? e depois claro está que perde a paciência, quem disse que o trabalho é que nos salva e outras tretas do género, devia ter levado uma marretada na cabeça quando ainda ia a meio da frase, isto dos blogs, é coisa para se ler por gosto e não por obrigação Picante, vê, agora está aí o resultado, já se lhe esgotou a paciência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já li, já. Hoje em dia raramente o faço. Leio os títulos no feed, só lá vou se a coisa me despertar a atenção. Além disso as pessoas têm a amabilidade de me enviar mails a contar coisas. Simplifica muito o meu "trabalho"

      Eliminar
  3. Só faltou incluir os de sátira/gozo como o teu... Também me falta a paciência ler sempre a mesma lenga-lenga, o gozo/critica gratuita só porque sim. E quando se juntam as blogo amigas é para esquecer,é muito veneno junto. Nem sei como não caem para o lado quando mordem a lingua. Se posso deixar de ler este blog? Sim posso, mas não seria a mesma coisa. Sou como a picante que vai ler sempre os mesmos blogs,ou seja somos masoquistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está a ser injusta. Muito injusta. extremamente injusta, mesmo.
      Eu falo de temas tão diversificados...

      Eliminar
  4. Pipocante Azevedo Delirante17 de setembro de 2014 às 18:54

    Qual é o mal?
    Quando vou à praia, espero ver areia e água, e não pinheiros e neve.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tuguinha gosta sempre do mesmo, não é? gente chata... sexo de luz apagada e em posição missonário também??

      Eliminar
    2. Pipocante Azevedo Delirante18 de setembro de 2014 às 12:16

      Iliteracia é uma coisa do pírafo

      Eliminar
  5. Pipocante Azevedo Delirante17 de setembro de 2014 às 18:54

    Ou isto

    https://www.youtube.com/watch?v=h-mi0r0LpXo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SIM!!! Sem dúvida!!

      Eliminar
    2. Tal e qual PAD...cheers!

      Eliminar
    3. Pipocante Azevedo Delirante18 de setembro de 2014 às 12:18

      onde toda a gente sabe o teu nome

      que bom é ir a um bar/café e o empregado já saber que queremos aquele cafezinho meio cheio com a chavena escaldada... é como os bloggers da felicidade dizem, numa boa relação não são precisas palavras... xuif xuif

      Eliminar
    4. PAD não destrua a musiquinha, se faz o favor. Agora blogs de felicidade...

      Eliminar
    5. Pipocante Azevedo Delirante19 de setembro de 2014 às 10:58

      Dizem que a felicidade está a 3.2$/onça no Nasdaq.
      Boa altura para investir

      Eliminar
  6. Desafio-te a ler apenas um post do meu blog :P

    Vá....sê paciente ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também amo Lisboa, é nessa cidade que estão a quase totalidade dos meus colegas e, mais importante, amigos.
      (em querendo pasteis é pedir, terei o maior prazer em enviar, sempre é uma desculpa para ir à Periquita)

      Eliminar
  7. Mesmo! Mas és tão egocêntrica que não te dás contas que te enquadras perfeitamente na descrição: ao chegar ao teu blogue, sei que há um novo post a falar mal de um outro blogue qualquer. O que deixa a pergunta: serás tão aborrecida quanto os outros?

    ResponderEliminar
  8. E o achincalhamento público as suas adversárias isso também não faz, não é, Picante?
    E as ofensas e os palvrões também não se usam no seu blog, a pois não, que ideia!
    Não tem espelho na sua casa? Pois olhe que tinha muito para se ver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adversárias é bonito. Já agora qual é a competição? E há medalhas no fim?

      Eliminar
    2. Achincalhamento público? Quer debater o assunto? Onde é que eu achincalho as pessoas?
      (Não está,concerteza, a referir-se ao facto de eu dizer que é desonesto mentir aos leitores, pois não? Ou fazer publicidade encapotada?)

      Eliminar
    3. É claro que é com espaço e não con sem espaço. Culpa do corrector de português do Brasil, lamento mas não dei por isso.

      Eliminar
  9. A Blogosfera precisa de salgado e de picante como tive oportunidade de explicar sem qualquer tipo de previsibilidade!

    ResponderEliminar
  10. Caraças, já não posso recuperar a Beijoca pespegada!

    Então minha cara?!!!!
    Fiquei triste:

    - A minha roupa é pindérica e comprada em saldos, embora faça um esforço para evitar a confusão das feiras e nunca calce sapatilhas ou use gravatas (entre a meia centena que vou acumulando em tantos aniversários - que posso fazer? são peças afectivas);
    - Não vendo vidas felizes nem sonhos cor de rosa. Parece que neste ponto estou dentro dos parâmetros nominais de funcionamento, e ainda assim sinto-me triste, inundado por este patológico pessimismo de personalidade;
    - Sinto-me escatológico sempre que me assiste o WC ou aparece o presidente e/ou membros do governo, e da oposição, e das autarquias, e jornalistas, na tv;
    - Sou manifestamente feminista no que respeita às cassetes de VHS; ah, nunca mais se fizeram filmes assim como a vida, que morrem um pouco sempre que a fita passa na cabeça (magnética) do leitor, o que quer que isto queira dizer;
    - Tenho um gato bebé que uns fajardos de uns vizinhos quaisquer abandonaram no meu terreno por ocasião das férias de Verão, que é um docinho e só quer festas, comida, sono, festas, comida, sono, por esta ordem interminável, o inocente que mal sabe o que o espera dentro de 3 mesitos, o Senhor me perdoe;
    - Uso termos improváveis, esses malditos erros ortográficos, mas felizmente tenho o novo acordo (quase tão velho quanto eu) para responsabilizar! Ocasionalmente agradeço aos Céus os políticos que Deus, na sua voracidade punitiva, nos outorgou.

    Caraças Picante, logo agora que começava a pensar que poderíamos ser completamente compatíveis...

    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahahah
      Eu confesso que ainda tenho uma Cinemateca em casa, não consigo deitar as cassetes fora..
      (Quem dá e torna a tirar, ao inferno vai parar...)

      Eliminar
    2. O que é que tu vais fazer ao gatinho dentro de três meses, meu malvado?

      Eliminar
    3. Coitado do pobre bicho, será eufemisticamente privado da sua virilidade.
      (é mais velho que aquilo que inicialmente supus, ao que parece já com 2 meses, talvez por esse motivo seja tão sociável)

      Dizem-me que protegerá o peludinho de doenças graves. Penso que a alternativa seria acorrentá-lo em casa. Mas isso é algo reservado a outras actividades lúdicas...

      Então Picante? Isto anda ou não anda para a frente?!
      Está parado na estação há uns diazitos...

      Eliminar
    4. Também acho.
      Ouça o Quiescente, que não desfazendo até é um rapaz que diz umas coisas acertadas.
      Está sem inspiração?
      Vire-se para DEUS e peça a ajuda Divina.
      Corvo.

      Eliminar
  11. Se me permite e porque este assunto é relevante para a Blogosfera, gostaria de divulgar o lançamento no meu humilde blog do «Jornal Blog» muito agradecida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora aqui está uma informação pertinente: um jornal blog.
      Já não bastava deixar o mesmo recado em vários posts...

      Eliminar
    2. Anónimo engraçado se ler com atenção o recado nem sempre foi o mesmo, agora vá ser muito feliz!

      Eliminar
    3. Não achei graça alguma ao jornal blog.

      Eliminar
  12. Anónima, pois que também não é aqui que verá ser publicada a sua verborreia, o que diz é deselegante e talvez tenha sido censurado por não passar de uma divagação sua, nunca sequer aflorada em qualquer dos dois blogs, meu ou dele.
    Passar bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónima, se a estupidez a diverte... Firça... Continue. É a Anónima que é francamente estúpida, não sou eu.
      Vá pela sombra.

      Eliminar
  13. Sô D. Picante!!!! As suas musas e afins estão uma seca, você não publica...
    Mas está tudo deprimido com esta chuva? Hoje até que está "sol"... Vá, inspirem-se!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ando sem tempo. A ver se para a semana a coisa entra nos eixos. A ver...

      Eliminar
  14. Concerteza? A Picante escreveu concerteza?
    "Céus"...!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho uma porra de um dicionário com português do Brasil no tm. Corrigiu o com certeza e não dei por isso.

      Eliminar
    2. Desde que não comente o último post do Salgado, passa e ninguém dá por ela.
      Lá é que tem que ser mesmo "com certeza" porque senão cai-lhe o JRC em cima e vai ver como elas doem .
      Corvo.

      Eliminar
    3. Não comento, até porque, ao contrário da maioria, não achei piada nenhuma ao post. A idade não dá o direito de dizer tudo, embora atenue a intensidade com que pode ser dito. Retratar o Sexo e a Idade daquela maneira foi, no mínimo, deselegante, muito pior que qualquer epíteto de gajas....

      Eliminar
    4. Eu não vejo bem assim. Acho que a idade não atenua a verborreia, e muito pelo contrário, responsabiliza.
      Mas isto sou eu, que toda a gente sabe que sou um caso perdido, que culpabilizo o crime em função da idade.
      Não aceitaria das minhas filhas com 40 anos, o mesmo comportamento para comigo do da minha neta com dez.
      Se estou errado? Penso que não. Acho que os velhos exigentes para quem o mundo tudo lhes deve, são aqueles que toda a vida estenderam a mão para receber sem nunca terem dado nada em troca.
      Um BFS.
      Corvo.

      Eliminar
    5. Expliquei-me mal. O que quis dizer foi que, tendo sido educada a respeitar os mais velhos, lhes permito algumas liberdades que não aceito aos meus pares ou aos mais novos. Entre essas liberdades não inclui a verborreia mas aceito maior dureza, impaciência, observações mais cruas, se quiser. Acho sempre que os anos e o muito que passaram lhes trazem o direito de alguma intolerância e crueza.
      Obviamente que isso não inclui disparates ou desonestidade.
      Penso estarmos de acordo, neste assunto, pelo menos.
      Bom fim‑de‑semana!

      Eliminar
  15. Que lavagem de roupa suja?! Ó filhos, ó filhas, resolvam o assunto à moda antiga?! Marquem um duelo e depois façam como o Dâmaso Salcede?!

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.