segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

O drama, a tragédia, o horror

E pronto, diz que é oficial, tenho um adolescente em casa, um teenager portanto. Ajudai-me Senhor.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Picante faz um update àquilo do bolso de trás

Acabei de encomendar um novo ICoiso. O antigo continua imerso em arroz. Mudo. Ontem quando o tentei ligar tinha arroz dentro da abertura onde entra o carregador, tive de andar lá a remexer com um clipe. Não me parece que tenha salvação, paz à sua alma.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Picante pergunta

Quanto tempo é que o telemóvel tem de ficar dentro de arroz, mesmo?
Caramba... Tantos anos de telefone e nunca me tinha acontecido aquela situação do bolso de trás, acho que foi aquela praga do post anterior, estou amaldiçoada, minha Santa Teresinha, e agora?...

(podemos ao menos tirar o cartão? Ou nem isso?)

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

As terrible mums

Eu, caso me tivessem obrigado, em criança, a posar horas a fio, sempre vestida à domingo, qual Nancy festivaleira, também era menina para fazer umas valentes birras, atirar-me para o chão a espernear e não respeitar os "não", "está quieta" ou "agora sorri" da minha mummy mai linda. Devem ser muito divertidos, aqueles passeios em modo reportagem fotográfica, pois não devem?

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Picante também partilha os desassossegos do fim de semana

A pessoa enfia-se no seu potente automóvel e a pessoa começa a ir para onde tem de ir, eis senão quando a pessoa  ouve um barulho esquisito e pensa que não, que está a imaginar. Nova paragem e ao arrancar de novo o demo do barulho, a pessoa desliga o rádio e nada de barulho. A coisa repete-se umas três vezes até a pessoa se aperceber que o tal do barulho apenas se ouve quando o automóvel arranca. É um barulho muito zen e calmante, a porra da piscina que se ouve dentro do meu potente automóvel. A pessoa telefona ao seu mecânico completamente em pânico, no livro de instruções  não há qualquer referência a piscinas ou banheiras cheias de água dentro do automóvel, estimado mecânico confirma que sim, que a pessoa tem razão, foram as folhas que entupiram não sei o quê por onde a água sai, que não tem problema nenhum, que ainda não está completamente entupido, se estivesse teria os pés debaixo de água. 
O meu automóvel vai amanhã ter com Pedro, o estimado mecânico. Espero que até lá não chova.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Exposição desnecessária

Mães que vêm para a internet dizer quão ridículos são os comportamentos dos seus filhos adolescentes.

(caramba, também cá tenho adolescentes, tanto material para posts risíveis e eu a insistir em manter os assuntos entre portas, tantas gargalhadas e ingerências que vocês poderiam fazer acerca de mini Picantes e eu aqui, com estas ideias parvas sobre privacidade...)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

De todas as coisas que não percebo

É o que levará alguém adulto a fotografar-se em cuecas para as redes sociais, prantando orgulhosamente as bonitas selfies e expondo, algo despudoradamente, aquilo que a sociedade considera dever estar tapado ao olhar estranho. Fico sempre a pensar que raio de chip é que se terá avariado, se será gente que também achará normal dar uns "amassos" em público, que tipo de ensinamentos transmitirão às gerações futuras sobre intimidade, privacidade ou resguardo. Acabo sempre por encolher os ombros e deixar escapar um sorriso condescendente enquanto penso que o único resguardo que deverão conhecer será aquele que colocam entre os lençóis e colchão, ele há coisas que nunca irei compreender.